Fluminense x Boca Juniors: Prefeitura do Rio decreta ‘Lei Seca’ no entorno do Maracanã na final da Libertadores

Quem for assistir à final da Libertadores entre Fluminense e Boca Juniors, no Maracanã, no dia 4 de novembro, irá encontrar um clima de jogo bem diferente. Nesta quinta-feira, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), publicou um decreto no Diário Oficial anunciando a proibição da comercialização e do consumo de bebidas alcóolicas em todo o entorno do estádio. A decisão fica em vigor da meia-noite do dia 4 e vai até às 6h do domingo, 5.

Nas razões para o decreto, Paes leva em conta que “competência municipal de manutenção da ordem urbana, por meio do exercício do poder de polícia, em atendimento ao interesse público de manter a segurança no esporte, o qual consiste, igualmente, em direito fundamental do torcedor”. A decisão também se baseia no artigo 2º da Lei Geral do Esporte, citando “que a segurança é um dos princípios fundamentais do esporte”.

A região do entorno do Maracanã é um cinturão de ruas e avenidas que ficam em um raio próximo ao estádio e já tem a circulação de veículos afetada em dias de jogo. Assim, com a circulação livre de pedestres nas vias, o entorno do estádio funciona como ponto de encontro para torcedores antes das partidas, e um ponto de vendas para vendedores ambulantes, que comercializam diversos produtos, e entre eles, bebidas alcóolicas. Na região, também há grande quantidade de bares nas ruas e calçadas.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x