Cantora Anna Torres recebe título de cidadã ludovicense da Câmara de São Luís

A cantora, compositora, instrumentista e escritora, Anna Torres, recebeu na tarde desta segunda-feira (04/09) o título de cidadã ludovicense. A homenagem foi proposta pelo vereador Aldir Júnior (PL), primeiro-secretário da Mesa Diretora, quando o parlamentar representou a Câmara de São Luís numa recente viagem que fez à França, onde a homenageada é consagrada estrela da música brasileira em Paris.

Anna Torres é natural de Lago da Pedra (MA), mas vive há 20 anos na França com seu marido e sua filha Marianna, de 12 anos de idade. Com uma ótima “mise en scène”, um repertório verdadeiramente original e uma voz potente, Anna foi considerada pelos franceses como a “Diva do Jazz Brasileiro”. Ela consegue misturar o Jazz, o samba, o funk e a música tradicional do Nordeste do Brasil com muita harmonia e swing.

A cerimônia bastante concorrida foi conduzida pelo vereador Ribeiro Neto (Cidadania) e contou com a presença do pesquisador, historiador, escritor e turismólogo Antônio Noberto, membro fundador da Academia Ludovicense de Letras (ALL); do advogado lagopedrense Samuel Jorge; de Caio Brandão, sobrinho da homenageada que representou no ato todos os familiares e amigos presentes; e da presidente da Associação de Mulheres e Mães de Autistas do Maranhão (AMMAR), Jaciara Frazão.

Aldir Júnior abriu a cerimônia destacando que a homenagem é mais do que justa por se tratar de pessoa com mais de 20 anos de serviços prestados à capital maranhense, levando a cultura ludovicense, maranhense e brasileira para palcos da Europa.

“Essa homenagem partiu durante uma viagem à cidade de Paris, através de um convite do meu amigo Antônio Norberto. Na oportunidade, tive o privilégio de conhecer a nossa homenageada. Por isso, pra mim, é uma honra estar concedendo o título de cidadã para nossa cantora, compositora, instrumentista e escritora, Anna Torres. Nada mais justo, em seus quase 20 anos levando a cultura ludovicense, maranhense e brasileira para palcos da Europa”, frisou o parlamentar.

“Prazer e honra” – Anna Torres, que estava bastante emocionada, fez questão de agradecer a Deus e ao carinho do vereador Aldir Júnior pela homenagem a ela e lembrou que o título de cidadã tem um significado de prazer e honra.

“É mais que um prazer estar aqui hoje, pois é uma grande honra. Essa homenagem eu devo graças à música. Ela me norteou, abriu horizontes e caminhos, fazendo eu viajar o mundo, conhecendo lugares e culturas incríveis. Além disso, a música também me permitiu levar a minha cultura a essas pessoas e lugares incríveis. Considero este um dos momentos mais importantes, marcantes e inesquecíveis da minha vida familiar e profissional. Por isso, gostaria de agradecer ao vereador Aldir Júnior em propor essa honraria que me deixa muito emocionada”, declarou.

Os convidados – O concorrido evento, no Plenário Simão Estácio da Silveira, também contou com a presença dos cantores Regina Oliveira, Roberto Brandão e Alessandra Queiroz; o diretor de clipes Guilherme Meneghelli, de Balneário Camboriú (SC); a produtora executiva e artística, Fabiana Almeida; do gestor e produtor cultural, Mauro Travincas; da atriz e socióloga, Leda Nascimento; do presidente da Academia Maranhense de Ciências da Administração – AMCA, professor Ilmar Polary; do jornalista Pedro Sobrinho, que integra o time de locutores da Mirante FM; e do produtor cultural, Guilherme Frota.

A honraria – Ao contrário da Medalha Simão Estácio da Silveira, que homenageia pessoas que prestam relevantes serviços à capital maranhense, o Título de Cidadão Ludovicense é entregue a pessoas nascidas em outras cidades. A concessão de títulos honoríficos é feita por meio de decreto legislativo, aprovado por dois terços dos vereadores. A honraria concedida à cantora Anna Torres foi possível através do Decreto Legislativo nº 33/2023.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x