Após inflação de 211%, Argentina lança notas de 10 e 20 mil pesos

O Banco Central argentino anunciou a emissão de notas de 10 mil e 20 mil pesos no mesmo dia em que divulgou a inflação de 211% em 2023. O comunicado do banco afirmou que a introdução dessas denominações visa facilitar transações, melhorar a eficiência logística no sistema financeiro e reduzir os custos de aquisição de cédulas prontas.

O banco não revelou os esboços das novas notas, afirmando que estão em processo de criação. Para economizar custos e acelerar a produção, a diretoria optou por utilizar desenhos existentes da família ‘Heroínas e Heróis da Pátria’ para as novas cédulas.

A nota de 10 mil pesos terá imagens de Manuel Belgrano e María Remedios del Valle no anverso, representando o criador da bandeira argentina e a heroína da Guerra da Independência, respectivamente. A cédula de 20 mil pesos destacará Juan Bautista Alberdi, inspirador da Constituição Nacional de 1853.

O banco informou que as novas cédulas manterão o tamanho atual e serão impressas em papel de algodão, incorporando medidas de segurança tradicionais, como marca d’água e fio de segurança. Estima-se que as novas notas estejam disponíveis ao público em junho.

A cédula de maior valor nominal atualmente em circulação é a de 2 mil pesos, lançada em fevereiro do ano passado. Com a inflação em alta, perdeu 21% de seu poder de compra durante os três meses que levou para entrar em circulação.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x