Procurador-Geral de Justiça realiza inspeção no prédio da Agência Central da Empresa de Correios e Telégrafos

A vistoria do prédio adquirido pelo Ministério Público do Maranhã  teve a participação do secretário da Casa Civil, Sebastião Madeira; do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Fernando Moura; da promotora de justiça Theresa Ribeiro de La Iglesia, chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça; e do diretor-geral da PGJ, Júlio César Guimarães.

O imóvel, com 3.640,11m² de área construída, fica na Praça João Lisboa, no Centro de São Luís, e vai abrigar as Promotorias de Justiça de Defesa do Idoso, da Pessoa com Deficiência e a Ouvidoria. O objetivo é descentralizar o atendimento do MPMA, além de contribuir para revitalizar o centro histórico da capital.

Sebastião Madeira destacou o diálogo entre as instituições, a mobilização do Ministério Público para facilitar o atendimento dos cidadãos e ainda disponibilizar uma parte do prédio para a Polícia Militar. “O procurador-geral de justiça está aqui, gentilmente, oferecendo ao governo do Maranhão e à Secretaria de Segurança Pública uma área do prédio para instalar alguma unidade de segurança. Tenho certeza que esse espaço também será de muita utilidade para a segurança pública”.

Para Eduardo Nicolau, a proximidade com uma unidade da Polícia Militar contribui para aumentar a segurança da região. “Estamos fazendo essa parceria porque precisamos que o centro da cidade seja restaurado e conservado, além de facilitar o acesso da população aos serviços do Ministério Público do Maranhão”.

O coordenador de Obras, Engenharia e Arquitetura do MPMA, Gilberto Mouchereck, participou da vistoria e explicou que serão necessárias intervenções nas instalações elétricas, climatização e adaptações para garantir acessibilidade.

A arquiteta Cláudia Rocha, uma das responsáveis pelo projeto de reforma, destacou que serão instaladas rampas e outras adaptações a fim de facilitar o acesso dos idosos e pessoas com deficiência. “É um prédio tombado, com arquitetura art déco, e ao lado temos um prédio colonial. O projeto vai manter todos os aspectos de tombamento e interferir o mínimo possível na estrutura que existe. ”

 

Redação: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)
Fotos: Larissa Ribeiro (CCOM-MPMA)
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x