Metade dos argentinos desconfia do futuro da gestão de Javier Milei

Uma pesquisa da Zuban Córdoba y Asociados, que ouviu 1400 argentinos maiores de 16 anos nos dias 13 e 14 de dezembro revela que apesar do resultado eleitoral, a maioria dos eleitores desconfia do futuro do governo do novo presidente, Javier Milei.

De acordo com os dados, 38,5% dos eleitores relata “muita desconfiança” sobre o futuro do novo governo, enquanto 11,5% responderam que sentem “desconfiança”.

No sentido contrário, 17,1% sentem “confiança” sobre o futuro da gestão, enquanto 31,6% declararam ter “muita confiança” no governo de Milei. Há ainda 1,3% de eleitores que não souberam/não opinaram.

Se somarmos os percentuais, 50% desconfiam do futuro do novo governo em alguma medida, e 48,7% do eleitorado relata confiar na gestão do novo presidente.

A pesquisa também aponta as escolhas eleitorais dos entrevistados. Analisando a votação do primeiro turno, o índice de “muita confiança” mais alto foi de eleitores do próprio Milei (66,5%), seguidos dos eleitores de Patricia Bullrich (46,9%).

No extremo oposto, a maior parte dos eleitores que relatou “muita desconfiança” votou em Sergio Massa (80,6%), em Juan Schiaretti (51,5%) ou Myriam Bregman (47,5%).

No segundo turno, 60,3% dos eleitores que sentem “muita confiança” no futuro do governo votaram em Javier Milei, e 2,6% em Sergio Massa. Entre os que relatam “muita desconfiança” em relação ao governo Milei, 78,2% votaram em Massa, e 6,2% votaram no atual presidente.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x