Redes sociais influenciam na escolha do Maranhão como destino turístico

Quem escolhe o Maranhão como destino de viagem, em mais de 90% dos casos, busca lazer. Isto foi comprovado pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur), no mais recente Boletim do Turismo, produzido pelo Observatório do Turismo do Maranhão. Outras motivações que aparecem no levantamento trimestral são: família e amigos (3,82%), negócios (2,38%), aventura (2,33%), eventos (1,79%), estudo (0,86%) e saúde (0,18%). Ainda de acordo com o boletim, sete em cada dez turistas (75,52%) que visitaram os Centros de Atendimento ao Turista (CAT’s) vieram para o estado pela primeira vez. E um ponto, no mínimo curioso nisto tudo, é que mais da metade dos entrevistados informaram ter conhecido o Maranhão como destino turístico a partir de conteúdo postado nas redes sociais (50,48%).

O indicativo representa o protagonismo das novas mídias no setor turístico. “É claro que outros canais de comunicação, inclusive a simples conversa, ainda contribuem para que o turista venha conhecer de perto as belezas naturais, história e costumes do povo maranhense. Mas, as redes sociais potencializaram, e muito, a visibilidade dos nossos atrativos, aproximando, instantaneamente, os negócios do respectivo público alvo, apenas com um celular na mão e alguns cliques”, analisou a secretária de Turismo do Maranhão, Socorro Araújo.

As fotos que, quase imediatamente, atingem milhares de curtidas e stories vistos e revistos por incontáveis seguidores, parecem ter substituído o tradicional cartão postal, antigamente enviado pelo correio, ou o álbum de fotografias. O que, por outro ponto de vista, aumenta a responsabilidade coletiva de proporcionar uma experiência satisfatória ao visitante, seja ele nacional ou internacional, que se traduza não só em engajamentos em perfis pessoais, mas em visitação real aos atrativos, ocupação hoteleira, aquecimento da economia e geração de emprego e renda à população local.

“Por conta do novo e dinâmico cenário que se configura com as redes sociais, a Setur investe em qualificação, através de cursos, para o trade turístico. Esta semana, por exemplo, estão acontecendo duas Expedições de Turismo que, entre outros objetivos, levam aos empreendedores e profissionais ligados ao turismo discussões e conhecimento necessários para acompanhar a evolução tecnológica e saber utilizar ferramentas digitais”, destacou Socorro Araújo, lembrando que tanto ela quanto a Secretaria de Turismo estão nas redes.

O Boletim do Turismo apresentou o resultado das pesquisas realizadas pelo Observatório do Turismo do Maranhão, de abril a junho deste ano. Entre as palavras mais citadas pelos entrevistados para descrever a visita ao maranhão ficaram “lindo”, “único”, “maravilhoso” e “perfeito”.

Em outra pesquisa do boletim, baseada em hastags, intitulada “MA no insta”, Atrativos Históricos e Culturais lideraram o percentual de postagens (34, 83%), seguidos de Lençóis, Fronhas e Pequenos Lençóis (32,73%) e Praias, Rios, Lagoas e Ilhas (16, 22%). A capital maranhense, São Luís, obteve o maior percentual de posts por destino (36,84%), em segundo lugar veio Barreirinhas (27, 24%), em terceiro Santo Amaro (11, 76%) e, em quarto lugar, Carolina (8, 67%). Já em relação aos atrativos com mais marcações, o ranking fica assim: Lençóis Maranhenses/Barreirinhas, Centro Histórico/São Luís e Chapada das Mesas/Riachão.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x