SEMOSP

Início » Ministra e Prefeitura assinam acordo para implantação da Casa da Mulher Brasileira Ribamarense

Ministra e Prefeitura assinam acordo para implantação da Casa da Mulher Brasileira Ribamarense

A Prefeitura de São José de Ribamar recebeu nesta quarta-feira (22), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Rodrigues Britto, para a assinatura de acordo para a implantação da Casa da Mulher Brasileira Ribamarense. Além disso, a prefeitura também aderiu aos programas federais Famílias Fortes e Mães do Brasil.

Na ocasião, a ministra visitou o espaço onde funcionará a instituição, localizada no bairro Piçarreira. Logo depois, aconteceu a assinatura do acordo na Biblioteca Municipal, localizada ao lado da prefeitura.

A Casa da Mulher Brasileira Ribamarense tem o objetivo de revolucionar o enfrentamento à violência contra as mulheres, em busca de atendimento pelo estado.

A secretária de Assistência Social, Trabalho e Renda, Gilvana Duailibe, comemorou um marco e a conquista de um empenho que tem sido feito desde o começo da atual gestão da prefeitura. “Estamos trabalhando políticas públicas voltadas para a população de São José de Ribamar, principalmente a mulher”, disse a secretária.

O prefeito da cidade, Dr. Julinho, disse que a implantação da Casa vai trazer segurança para as mulheres ribamarenses. “A instituição está sendo fundada com a ajuda do deputado federal Cleber Verde e da ministra Cristiane Britto, mas será mantida com recurso próprio, mostrando respeito às mulheres ribamarenses”, destacou o prefeito.

A ministra Cristiane Rodrigues destacou que a instituição é um equipamento para trazer à mulher conforto, acolhimento e atendimento humanizado.
“O município está de parabéns, pois além de receber uma Casa da Mulher Brasileira, também aderiu aos programas do Governo Federal: Famílias Fortes e Mães do Brasil, que representam metodologias focadas na prevenção de maus tratos no âmbito familiar. Os serviços serão ofertados nos Cras e Creas de São José de Ribamar”, finalizou a ministra.

Adriana Nogueira

Deixe um comentário

Voltar ao topo