MegaFeirão Serasa e Desenrola já renegociou dívidas de 3,6 milhões. Veja como participar de ação

Mais de 3,6 milhões de brasileiros endividados já renegociaram seus débitos em atraso no MegaFeirão Serasa e Desenrola. A ação, que acontece integralmente pela internet, terminaria no último dia 31, mas foi prorrogada até o dia 20 de maio, assim como o Desenrola Brasil, do governo federal.

Segundo a Serasa, ao todo já foram concedidos cerca de R$18,9 bilhões em descontos. A ação conjunta começou no início de março, com a participação de mais de 700 parceiros, entre bancos, financeiras, lojas, operadoras de telefonia e securitizadoras.

Além do atendimento online, as renegociações também podem ser feitas nas agências dos Correios. Por lá, foram contabilizados 233 mil atendimentos presenciais nas agências até a última quinta-feira (28).

Como participar?

As dívidas cadastradas no Desenrola Brasil têm descontos de até 96%, com parcelamentos em até 60 vezes, prestação mínima de R$ 50 e juros de 1,99% ao mês.

Para fazer a renegociação de dívidas, os interessados poderão consultar um dos três canais oficiais da Serasa, gratuitamente:

  • Acesse o site http://www.serasalimpanome.com.br
  • Baixe o App Serasa no Google Play ou na App Store
  • Utilize o WhatsApp (11) 99575–2096

Também será possível regularizar as pendências em todas as agências dos Correios do Brasil. Neste caso, é preciso pagar uma taxa única de R$4,20 para renegociar quantas dívidas houver.

Cuidados com as fraudes

O gerente da Serasa, Thiago Ramos alerta que há relato de fraudes usando o MegaFeirão Serasa Desenrola para chamar a atenção de vítimas. Geralmente, os devedores são procurados por Whatsapp ou ligação, com propostas para limpar o nome e instruções de pagamentos. Mas ele desfaz a confusão:

— Se isso acontecer, já pode bloquear de primeira o número que fez o contato, pois a Serasa não aborda ninguém para negociação. Não manda mensagem e não liga. Mesmo que tenha a foto da Serasa no Whatsapp, não é para acreditar. Infelizmente, tem gente que cai no golpe e é muito difícil conseguir o dinheiro de volta — avisa Ramos.

O Desenrola Brasil

O Ministério da Fazenda fez recentes ajustes nas regras para tentar ampliar o alcance do Desenrola Brasil. Atualmente, mesmo credores que têm conta bronze no portal Gov.br podem acessar o programa, com possibilidade de pagamento à vista das dívidas e parcelamento.

Pelo menos 40% das renegociações já estão sendo feitas por usuários de conta bronze. Antes, apenas aqueles que tinham contas prata e ouro podiam ter acesso, por motivos de segurança. Pelo menos 70 milhões de brasileiros estão com o nome negativado por atraso de dívidas.

Os consumidores na faixa 1 são pessoas físicas com renda bruta mensal de até dois salários mínimos ou que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico). Neste caso, o programa renegocia dívidas de até R$ 5 mil de pessoas físicas (além de débitos bancários, como cartão de crédito, foram incluídas as contas atrasadas de outros setores, como energia, água e comércio varejista). São dívidas negativadas entre 2019 e 2022.

A faixa 2 abrange pessoas com renda mensal de até R$ 20 mil, cujas dívidas bancárias foram inscritas em cadastros de inadimplentes entre 2019 e 2022. O programa também pode ser acessado pela plataforma própria.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x