Governo do Maranhão avança no tratamento de câncer com assinatura para instalação do Bunker Radioterapia

O Governador Carlos Brandão assinou, nesta segunda-feira (27), a Ordem de Serviço para a conclusão da implantação do Bunker de Radioterapia do Hospital de Câncer. A obra faz parte das ações do Plano de Expansão de Radioterapia do SUS e vai ampliar a assistência oncológica no Maranhão.

Executada e financiada pelo Ministério da Saúde, a obra está localizada  no Hospital Dr. Genésio Rêgo, na Vila Palmeira. O espaço contará com consultórios, recepção, sala de preparação e observação de pacientes e salas administrativas.

O Bunker vai ampliar ainda,  o acesso dos maranhenses aos serviços de radioterapia e braquiterapia (procedimento radioterápico indicado para o tratamento de alguns tipos de câncer, como de próstata ou mama).

O governador Carlos Brandão afirmou que a instalação do Bunker Radioterapia será um serviço de alta qualidade para o tratamento de câncer no estado. “ Com um investimento de 12 milhões entre obra e equipamento o Bunker Radioterapia é mais um serviço para o tratamento oncológico no estado. Em São Luís temos o Hospital Geral, em Imperatriz contamos com a parceria de uma clínica e em Caxias também oferecemos o tratamento. A rede só cresce e as pessoas que estão na fila vão poder ter acesso ao tratamento. É uma data histórica para o tratamento de câncer no estado”, afirmou o governador.

“Mais de 600 vidas por ano serão salvas com a chegada do Bunker que se torna o terceiro equipamento presente no Maranhão. É um investimento em parceria com o governo federal que vem para agregar a expansão do tratamento de câncer no Sistema Único de Saúde (SUS)”, pontuou o secretário Tiago Fernandes.

“Em nome do Ministério da Saúde ficamos muito felizes em participar deste momento de ampliação da rede oncológica no estado. Só quem ganha é a população maranhense, pois é um importante passo para a melhoria da saúde com redução da espera para cirurgias, disse Claudia Fernanda Silva, chefe do Serviço de Articulação Interrativa e Superintendente Estadual do Ministério da Saúde.

Na assinatura de conclusão da implantação do Bunker de Radioterapia do Hospital de Câncer estiveram presentes Tiago Fernandes, secretário de Estado da Saúde (SES) ; Claudia Fernanda Costa Silva, chefe do Serviço de Articulação Interrativa e Superintendente Estadual do Ministério da Saúde; Luzia Waquim, chefe de Gabinete do governo; Marcelo Duailibe, presidente da Emersh; Gilmar Bandeira, Superintendente da Associação Brasileira de Entidades de Assistência Social ( ABEAS); Sérgio Catardo, diretor geral do Hospital Dr. Tarquínio Lopes Filho;  Antônio Dino Tavares, vice-presidente da Fundação Antônio Dino; Mayara Nunes, secretária adjunta da SES; Vinicius Ferro, gestor do Fundo Estadual de Saúde (FES), e, Laryssa Campos, representante da Leoma Construções.

Assistência Oncológica

Desde 2015, o Governo do Maranhão tem investido na expansão da rede de oncologia, com foco na descentralização dos serviços.

Atualmente, as unidades de referência na gestão estadual para tratamento oncológico são: Hospital de Câncer do Maranhão em São Luís; Hospital Everaldo Aragão na cidade de Caxias; Hospital São Rafael e Oncoradium Radioterapia que atendem os pacientes do SUS através de contrato firmado pelo Governo do Estado na cidade de Imperatriz.

Uma das conquistas mais recentes dessa rede foi zerar completamente a fila de espera dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) para radioterapia no Maranhão, através de um contrato com o Hospital São Domingos.

Além disso, em parceria com a Fundação Antonio Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, o Governo expandiu o setor de Radioterapia da unidade, que agora conta com dois novos aceleradores lineares.

Expansão da Radioterapia no SUS

Em maio de 2012, o Ministério da Saúde criou o Plano de Expansão da Radioterapia no SUS, com a finalidade de expandir, atualizar e melhorar a prestação do serviço de radioterapia no SUS.

Atualmente, o plano de expansão prevê a implantação de 100 soluções de radioterapia no Brasil, incluindo as modalidades de ampliação, construção, casamata vazia e substituição de equipamento obsoleto.

O Hospital de Câncer, localizado em São Luís, foi contemplado com a construção de uma unidade ambulatorial de radioterapia, incluso equipamento Acelerador Linear, o qual prevê o atendimento de 600 pacientes oncológicos por ano.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x