Caso Robinho: STJ comunica Justiça de Santos de ordem de prisão

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) enviou na tarde desta quinta-feira um ofício para a subseção de Santos da Justiça Federal de São Paulos comunicando do resultado do julgamento que determinou o cumprimento imediato da pena de nove anos de prisão imposta ao ex-jogador Robinho pela Justiça da Itália.

O documento foi assinado pela presidente do STJ, Maria Thereza de Assis Moura. A ministra afirma que o STJ determinou “que se inicie, de imediato, a execução de sentença condenatória”. O caso agora será distribuído para um juiz federal, e caberá a ele expedir o mandado de prisão.

Em paralelo a isso, a defesa de Robinho apresentou um pedido de habeas corpus ao Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir o cumprimento imediato da sentença. Enquanto não há uma decisão, contudo, o trâmite segue normalmente na Justiça Federal.

Na quarta-feira, após o julgamento no STJ, o advogado José Eduardo Alckmin afirmou que o ex-jogador está “à disposição da Justiça”:

— Ele está à disposição da Justiça. Se chegar um oficial de justiça, ele vai acompanhar. Não vai se opor à execução, com certeza.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x